Sidney Leite quer cumprimento dos direitos dos trabalhadores do transporte coletivo

 

Quais direitos dos trabalhadores do transporte coletivo não estão sendo cumpridos e qual o motivo? Foram estas as indagações do deputado estadual Sidney Leite (PSD), nesta terça-feira, 29, da tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas, diante da nova paralisação dos rodoviários, que reduziu a frota em 50% em Manaus.
O parlamentar enfatizou que a resposta dessas questões mais outras como quando se dará a renovação da frota, como se dará essa concessão e o que está incidindo para que essa situação não seja cumprida são fundamentais para a normalidade do processo.
“Nós, como deputados, não podemos interferir em uma questão que é do município, mas se o Governo do Estado abriu mão, no sentido de contribuir para a manutenção da tarifa, nós temos sim que saber”, ressaltou.
Leite ponderou, ainda, que a população não aguenta mais pagar o preço da passagem que paga e não ter o retorno com serviços de qualidade.
“Há ônibus que não tem condição de circular e têm empresas que não pagam devidamente o trabalhador. O Governo agora abriu mão da questão de taxas e compromissos que têm junto ao Detran. Vou, inclusive, requerer essas informações ”, disse.

DUPLICAÇÃO DA AM-070
O deputado estadual Sidney Leite apresentou ainda requerimento solicitando à Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), a informação dos valores referente aos aditivos e reajustes da obra da rodovia AM-070, que liga os municípios de Iranduba e Manacapuru a Manaus.
“É importante sabermos o que incide nesses reajustamentos, para saber os valores de cada aditivo e em que data isso ocorreu. Aprovamos, nesta Casa, esse empréstimo feito pelo BNDES, para a duplicação, construção de uma nova estrada, que é importante para atender a população que reside nessas localidades”, concluiu.

Deixe um comentário

Fechar Menu